Tags

, , , , , ,

Mais conhecidas como mesas de centro ou de canto – dependendo do lugar onde são instaladas – as mesas de apoio nunca saem de moda e estão em constante transformação. Independente do local que vão ocupar, esses (quase sempre) pequenos móveis completam a decoração da sala de estar ou de TV e estão cada vez mais charmosos e cheios de estilo.

E, ao contrário do que muita gente pensa, ter mesa de centro é um ‘luxo’ apenas para pessoas que têm espaço em casa. Na verdade, o segredo para montar uma sala usando esta peça na decoração, é respeitar a proporção entre a área disponível, o tamanho dos móveis e o número de peças empregadas na decoração, de forma a obter o melhor aproveitamento do espaço.

É simples: se você tem um espaço reduzido, opte por um sofá menor e uma mesa de centro menos notável. Ou então, invista em uma mesa maior, mas diminua o número de peças para sentar (sofás, poltronas e cadeiras) do ambiente.

Por isso, quando o assunto é o tamanho da mesa de centro, não há tendência mais ou menos indicada. Mas se você quiser uma dica um pouco mais precisa, saiba que é preciso deixar pelo menos 60 centímetros entre o pé da mesa e o sofá.

Também não se apegue a padrões na hora de escolher a altura desse móvel. Nos últimos anos as tendências apontam para mesas mais baixas, quase rentes ao chão, mas isso não quer dizer esta seja uma ‘moda’ obrigatória. Se você faz o tipo mais funcional e prefere móveis com dupla função, prefira mesas um pouco mais altas, onde possa usar o note book, por exemplo.Ou com nichos para acomodar mais objetos.

Materiais

Assim como na moda, os materiais usados nas mesas de centro e apoio ora estão em alta, ora estão em baixa. Mas há os eternos, como a madeira (natural ou em laca) e o vidro. Já as de vidro transparente são mais indicadas para quem quer ampliar a sensação de espaço no ambiente.

Outras dicas

Além de decorativa, a mesa de centro ou de canto pode ser funcional, servindo como apoio para diversos objetos. Ao receber os amigos, vale retirar os objetos decorativos e usá-la para acomodar copos, jarras, bebidas e petiscos, sempre com a devida proteção para não estragar o acabamento do móvel. Para decorar use plantas, livros, pequenas estátuas, bibelôs e revistas.

Se a dúvida é sobre o que colocar em cima da mesa, a regra também é simples: aposte no equilíbrio do tamanho dos objetos. Arranjos mais altos devem vir seguidos de outros que contraponham o primeiro. Quanto mais alta a mesa, menos você vai poder abusar do que fica em cima.

Anúncios