Tags

, , , , ,

Durante o inverno as pessoas normalmente se recolherm ao aconhego de suas casas e preferem reunir os amigos em torno da mesa e do fogão. Mas quando a temperatura sobe e o verão bate à porta, as áreas externas ganham a preferência de todos. Por isso, merecem atenção desde já. Como passam a ser áreas de convivência, devem ser valorizadas para que fiquem agradáveis. Além disso, o projeto para estes locais deve aliar funcionalidade e praticidade. Sempre lembrando que não basta criar uma decoração elegante, já que áreas externas também devem suportar intempéries, como sol, chuva e vento.

Segundo a arquiteta Flávia Soares (www.arquitetaflaviasoares.com.br), hoje as pessoas passam muito tempo em espaços fechados como os escritórios, onde a a ventilação é menor e artificial, o que gera uma grande demanda pela decoração de áreas externas. “Quem procura essa opção para a residência busca contato com a natureza e conforto. Isso leva as pessoas a investirem mais na produção das áreas externas”, afirma.

Varanda/ReproduçãoPara proteger esses espaços da ação dos agentes climáticos, Flávia aposta em móveis de fibras artificiais: “Também gosto muito de usar madeira de demolição e muitas plantas. A iluminação também e indispensável para que o espaço possa ser usado à noite”, observa. A designer de interiores Iara Santos também aposta nas fibras sintéticas e recorre ao alumínio e à madeira, tratada com verniz, para assegurar a durabilidade dos móveis e objetos e evitar a ferrugem.

As profissionais concordam que a área externa tem que ser elegante, já que também embelezam e completam o charme do ambiente interno. Por isso, Flávia recorre à mistura de elementos rústicos com peças modernas e arrojadas. Iara também ressalta sua preferência pelo rústico aliado aos recursos tecnológicos. “Gosto de cores quentes, texturas e pisos de cerâmica queimada que confere elegância combinada com o rústico. Invisto ainda em equipamentos eletrônicos como televisão e eletrodomésticos de última geração”, revela.

No entanto, as duas lembram que é preciso ter cautela na hora de misturar cores e objetos. “Adoro misturar, sempre aposto em revestimento das paredes com pastilhas ou ladrilhos hidráulicos, bancadas, pedras em granito e poltronas confortáveis, mas cuidado e bom senso é imprescindível para não errar”, lembra Iara. “As misturas são muito bem vindas, porém, é necessário ter cuidado para não carregar o ambiente com muita informação, um erro comum nestes espaços”, concorda Flávia.

Jardim Vertical/ReproduçãoAs plantas também são muito requisitadas para ambientes externos. Uma boa opção para inserir mais verde na decoração são os jardins verticais que proporcionam maior refrigeração e ar puro. Essa técnica pode ser explorada em várias ambientes como Boulevard e garagem. Para Flávia, os jardins verticais são uma boa alternativa para pequenos ambientes. “Como as residências estão cada vez menores, instalar um jardim na parede é uma boa ideia que acrescenta um pouco de verde”, considera.

Anúncios