Tags

, , , ,

Na hora de decorar um ambiente, seja residencial ou corporativo, vários fatores importantes devem ser levados em conta, como pintura, iluminação, adornos e móveis. Os pisos, em especial, merecem toda atenção, pois definem o estilo e a utilidade do ambiente. Segundo a engenheira e especialista em decoração, Izabel Souki, é muito importante levar em consideração a característica do imóvel para adequar o tipo de piso. “Assim é possível conciliar o revestimento certo para áreas mais úmidas, que sujam com mais facilidade, áreas externas, dentre outros”, completa.

Entre os pisos mais requisitados na decoração, Izabel destaca as tendências do mercado, como o mármore, escolhido por aqueles que desejam alto padrão com efeito elegante. No entanto, a decoradora explica que quem opta essa pedra precisa ter atenção redobrada com os cuidados, como manutenção de três em três anos fazendo polimento e impermeabilização. “É necessário ficar atento também com a porosidade do mármore, uma vez que ele absorve líquido facilmente e tende a manchar”, acrescenta. Izabel recomenda o uso desse piso em salas e escadas de residências e escritórios.

Outro tipo de piso muito utilizado em imóveis residenciais é o porcelanato, bastante prático para limpeza. “A escolha do porcelanato requer critérios, porque existe uma quantidade muito grande de tipos oferecidos no mercado, sendo que alguns são de baixa qualidade”, informa.

No ambiente dos quartos, Izabel destaca o uso de madeira, que proporciona sensação de calor e de aconchego ideais para essas áreas. Para quem ainda possui tábua corrida, ela recomenda que mantenha e sinteque o piso. “Como a madeira está restrita na decoração, imóveis que possuem tábua corrida são mais valorizados no mercado e considerados produtos nobres”.

Na cozinha, a indicação da decoradora é o granito, piso de fácil limpeza e pouca porosidade. O granito preto também é recomendado porque traz requinte e não deixa as sujeirinhas à mostra. Nos banheiros, além do granito, Izabel sugere também as pedras artificiais, como o silestone, marmoglass e corean, por não serem porosas e apresentarem uma variação de cores e brilhos não encontrada nas pedras naturais.

Nas áreas externas, não são indicados pisos que esquentem ou esfriem demais. “Neste caso, é recomendado o uso de pisos térmicos e atiderrapantes, como a pedra são Tomé, e como uma opção mais requintada o mármore travertino bruto. Se a área for muito grande, pode ser usada grama juntamente com o revestimento de pedra. A iluminação nos pisos externos também é interessante e possibilita resultados incríveis. O uso de deck de madeira na área da piscina igualmente ajuda a compor um ambiente mais sofisticado e agradável”.

Ambiente corporativo

Para o ambiente empresarial, Izabel aconselha o uso de carpete de madeira ou piso emborrachado. Esses materiais são bonitos porque trazem uma imitação de madeira e, ainda, agregam vários benefícios: facilidade na limpeza, colocação por cima de outros pisos – exceto carpete, aplicação rápida, durabilidade e custo benefício interessante quando aplicados em grandes áreas.

A especialista faz ainda um alerta para quem está pensando em modificar o piso do escritório ou da residência. “É imprescindível verificar o desnível antes da mudança entre pisos finos ou espessos. Neste caso, é indicado o acompanhamento de um profissional especializado em obras e projetos para analisar o desnível e corrigi-lo antes da colocação do novo revestimento”, finaliza. (Fonte: Portal Bonde)

Anúncios