Tags

, , , , , ,

Se não bastasse toda a sorte de pirataria que a China exporta para o mundo todo, agora as réplicas chegaram também à arquitetura. Torre Eiffel (Paris), Tower Bridge (Londres) e Rockefeller Building (Nova York) são alguns clássicos da arquitetura mundial que foram reproduzidos em terras chinesas. E estes não são os únicos casos. O centro de Hallstat, na Áustria, Patrimônio Histórico da Unesco, também ganhou uma cópia fiel na cidade de Hiuzhou. As obras não param de ser clonadas e têm desagradado os grandes arquitetos.

Capela Ronchamp/Reprodução

A iraquiana Zaha Hadid chegou a tomar medidas judiciais depois de ver seu prédio Wangjing Soho, ainda em construção em Pequim, copiado pela cidade de Chongging.. Le Courbusier também teve sua icônica capela Ronchamp, na França, refeita em Zhengzhou. A semelhança foi era grande, que a fundação do arquiteto francês conseguiu na justiça que a réplica fosse demolida.

Tower Bridge/Reprodução

O fenômeno das cópias chinesas não é novo. Em 2006, foi inaugurada Thames Town, a 30 quilômetros de Xangai, uma réplica das cidades inglesas. As construções são inspiradas no período dos Tudor e há até cabines de telefone vermelhas. Segundo a reportagem do Daily Mail, também não faltam guardas de expressão séria e uniforme real e estátuas de Winston Churchill e Harry Potter. (Fonte: Casa e Jardim Online)

Anúncios