Tags

, , , , , ,

As cores usadas em um ambiente fazem muito mais do que simplesmente decorar. Elas também são responsáveis por criar efeitos e estabelecer o clima de um ambiente. Por isso, quem está pensando em redecorar a casa ou pintar alguma parede precisa ficar atento às cores. Segundo a arquiteta e urbanista da Asenne Arquitetura, Bianca Duarte, antes de escolher as cores é preciso levar em conta algumas questões como que tipo de uso terá o ambiente, quem serão os usuários e se o ambiente será tranquilo ou mais agitado, por exemplo.

A arquiteta lembra ainda que além das cores, os ambientes vão receber também objetos decorativos, por isso, cuidado para não exagerar. Texturas e revestimentos também fazem bastante diferença no resultado final e devem ser escolhidos com atenção, sempre respondendo às questões iniciais relativas ao ambiente.

Para quem acredita na cromoterapia, vale pesquisar quais as sensações são transmitidas por cada cor. Veja alguns exemplos:

Azul: calmante, analgésico, sedativo e equilibrador. É uma cor que traz tranquilidade aos ambientes. Ideal para quartos e áreas de descanso.

Verde: remete a limpeza, é relaxante e equilibrador.

Amarelo: revitalizante, é uma ótima escolha numa biblioteca ou no quarto infantil, pois estimula a atividade mental.

Já para quem quer criar efeitos ou disfarçar alguns pontos negativos dos cômodos, a cor também pode ser uma aliada quando usada de forma correta. Para ampliar ambientes, por exemplo, aposte em cores mais claras. O laranja e o vermelho são indicadas para dar a sensação de aconchego, enquanto as cores mais escuras, como verde-garrafa, servem para reduzir um espaço que pareça amplo e vazio demais.

Reprodução

Para espaços altos, o ideal é pintar o teto da mesma cor das paredes ou um tom mais escuro para a sensação de um rebaixamento. Em espaços baixos, prefira o teto com uma cor mais clara que as paredes ou branco. Já em lugares estreitos utilize cores em tom pastel nas paredes e no teto. Ao pintar uma das paredes menores com um tom mais escuro o ambiente parecerá menos estreito. Para espaços em “L” é legal delimitá-los visualmente utilizando cores contrastantes em uma das paredes. (Fonte: Casos de Casa)

Anúncios