Tags

, , , , ,

Os amantes da arte podem observar que há algo comum acontecendo com diversos movimentos: o resgate do passado nunca foi tão valorizado como atualmente. As produções antigas estão ganhando uma nova roupagem e agora são casadas com opções modernas, que conquistam cada vez mais espaço na mídia, na moda e na arquitetura. Uma dessas novas tendências são os ladrilhos hidráulicos. Presença constante em palácios europeus no século XIX, o ladrilho hidráulico foi moda por aqui na época da imigração italiana nos anos 1920. Hoje, 27ele está de volta, resgatado pela tendência retrô.

Os ladrilhos hidráulicos um charme especial a ambientes rústicos. É o caso das cozinhas caipiras, que continuam em alta em projetos de casas de veraneio e até mesmo em moradias urbanas. Uma típica cozinha caipira tem que ter fogão à lenha, paneleiro, panelas de cobre, barro e ferro e, é claro, um lindo e colorido piso de ladrilho hidráulico, como nas centenárias fazendas.

Os ricos detalhes e a possibilidade infinita de combinações de cores garantem um toque original ao projeto. A verdadeira cozinha caipira só faz jus ao nome se tiver um ambientação adequada, com pisos e revestimentos de grande longevidade proporcionando um clima interiorano sem complicação.

Processo artesanal

No Brasil e no mundo, o uso dos ladrilhos hidráulicos vem crescendo. Porém, achar peças originais e em diversos padrões é bem difícil. O processo artesanal necessário para a fabricação dos pisos é minucioso e atrai poucos empresários para este setor. A Dalle Piagge, tradicional fabricante de ladrilhos hidráulicos, é uma das poucas empresas no Brasil especializadas no segmento.

A empresa tem mais de 900 modelos diferentes, fabricados por uma equipe de 16 artesãos com, no mínimo, 20 anos de experiência cada um. O processo de fabricação do ladrilho hidráulico confere originalidade a cada peça, que não desbota, dificilmente quebra ou trinca e nunca perde seu desenho.

Além da linha tradicional desenhada ou lisa, a empresa oferece também ladrilhos hidráulicos antiderrapantes, que podem ser usados em calçadas, garagens, piscinas, jardins, áreas externas ou cozinhas antigas. Vale lembrar que a vida útil de um ladrilho pode chegar até 100 anos!

Para assentar este tipo de piso é recomendável contratar mão de obra especializada, principalmente quando a paginação do piso é elaborada, para garantir que o desenho fique perfeito. Por se tratar de uma peça porosa, todo cuidado é pouco na hora do assentamento. Caso contrário, o ladrilho pode sujar e ficar manchado. O ideal é encerar cada peça antes de ser colocada. Vale lembrar que a instalação dispensa rejunte porque sua junta de dilatação é muito pequena, ao contrário da cerâmica. (Fonte: Portal Bonde/Casa e Conforto)

Anúncios